.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. ...

. O próximo sucesso da Sony

. TakeItGame

. Eurogamer NÃO publicou an...

. Esclarecimento

. Uma opinião pessoal

. Permanência no Sapo

. A PlayStation 3 já é uma ...

. Produções Caseiras

. Lançamento da PS3 na Euro...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 6 de Janeiro de 2007

Memórias da E3 - Parte V

As viagens para a E3 estão cheias de histórias. No primeiro ano que fui para LA sózinho, perdi-me no aeroporto de Frankfurt. A minha sorte foi que o avião para LA partia 3 horas depois da minha chegada ao aeroporto, mesmo assim perdi uma boa hora e meia para encontrar a porcaria do terminar internacional.

No 2ª ano de E3 fui pela Air France e quando cheguei ao aeroporto verifiquei que tinha de andar uns bons 4 quilómetros do terminal de chegada até ao terminal internacional... tinha 1 hora e meia para o fazer. No regresso o avião atrasou-se e tinha de fazer o mesmo percurso em meia-hora. Foi terrivel, estava cansado da viagem e o que mais queria era a minha cama verdadeira, por isso corri desalmadamente e pedia aos balcões para impedirem o meu avião de partir para Lisboa. A minha sorte foi que um PR que vinha comigo tinha conseguido um caminho mais curto e fez tudo para eu entrar no avião.

Nesta mesma viagem em LA o avião demorava a partir (2 horas de atraso). As informações era que havia um problema mas ninguém sabia o que era. Deram-nos um vale para jantar quando entrámos finalmente no avião, aconteceu uma coisa mesmo surreal. As hospedeiras fecharam as portas, todos apertamos os cintos e o comandante do avião disse o seguinte: Senhores passageiros, como sabem estamos atrasados. Os técnicos tiveram que mudar o computador de bordo devido a apresentar problemas. Tenham uma boa viagem... a minha vontade era gritar e dizer que queria ficar em terra, mas o cansaço falou mais alto e pouco tempos depois de termos levantado adormeci, acordando quando faltava 1 hora para chegar a Paris.

No meu terceiro ano de E3, no regresso e já escaldado das minhas correrias no aeroporto de Paris, quando cheguei verifiquei que faltava precisamente 1 hora para o avião de Lisboa partir. Recusei-me a sair do avião enquanto não me arranjavam transporte para me colocar no outro avião. O comandante do aparelho teve a bondade de me fazer a vontade e uma hospedeira de terra levou-me até ao outro terminar.

continua...

sinto-me:
tags:
publicado por realidadefictional às 19:18

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Mandalorian a 7 de Janeiro de 2007 às 15:44
Bem o aeroporto de Orly é terrível, a 1ª vez andei por lá perdido. Mas tive a sorte de encontrar um português que conhecia bem os cantos à casa.

Já agora ... diz-se "terminal" e não "terminar".

Há sempre histórias engraçadas quando visitamos outros países, outras culturas e outros eventos. Especialmente quando vamos bem acompanhados.

Comentar post

.links