.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. ...

. O próximo sucesso da Sony

. TakeItGame

. Eurogamer NÃO publicou an...

. Esclarecimento

. Uma opinião pessoal

. Permanência no Sapo

. A PlayStation 3 já é uma ...

. Produções Caseiras

. Lançamento da PS3 na Euro...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 4 de Janeiro de 2007

Memórias da E3

A última E3 foi pródiga em momentos invulgares. O primeiro foi quando chegámos ao hotel e nos exigiram dólares pelo quarto porque o pagamento que nunca na minha vida chegou a horas ainda não tinha entrado. Telefonema para Portugal, contagem dos dólares e os três lá tivémos que repartir o valor exigido.

A empresa alugou um loft para 3 pessoas que era muito engraçado e admito ter sido um bom poiso para todos... menos para mim. Tudo porque um desgraçado tinha que ficar a dormir num sofá-cama, apetrechados com todas as molas ferrugentas do mundo inteiro, enquanto os outros dois iriam dormir numa bela cama com um fofo colchão no 1º andar do loft. O desgraçado fui eu que por causa do cansaço ao 4º dia já só queria uma cama fofa, mas nunca ninguém se incomodou de dizer se queria mudar.

O outro momento foi os banhos. Confesso que me incomoda ter pessoas ao meu lado durante os meus momentos de privacidade, sobretudo no que diz respeito a banhos e duches e mesmo a vestir. Por isso era sempre o primeiro a acordar, o primeiro a vestir-me e o primeiro a chegar do trabalho para me lavar. Semanas depois da E3 soube que os meus dois colegas me consideravam um porco javardo que em 7 dias nunca se lavou... meu Deus!

A E3 própriamente dita tem centenas de momentos invulgares para relatar. Por exemplo, as apresentações préviamente acordadas em Portugal nunca saiem como nós queremos. O tempo corre a nosso desfavor e velozmente. As milhares de pessoas que deambulam no recinto da feira só complicam a nossa tarefa e sobretudo o tamanho do recinto que nos obriga a percorrer dezenas de quilómetros todos os dias.

Do hotel até à feira o autocarro demora 1 hora de caminho e convém chegar por volta das 8 horas à E3. Na chegada, despejar textos no portal, preparar imagens, almoçar às 20 horas e dormir... bem dormir é quando não conseguirmos aguentar de pé, por vezes apenas 3 - 4 horas de sono por dia, durante 6 dias.

Os pés sofrem imenso e desta vez eu tive um grande problema por causa de ser diabético, O calçado que levei não era o mais apropriado e os meus pés todos os dias fervilhavam de dores. Quando chegava ao hotel tinha que os lavar cuidadosamente e meter creme.... mas os meus colegas continuam a achar que eu era um porco javardo que nunca me lavava... pois!

Continua....

sinto-me:
tags:
publicado por realidadefictional às 16:47

link do post | comentar | favorito
|

.links